Moneyball, Pro Football Focus e o determinismo estatístico

Paul DePodesta entrou no Front Office do Cleveland Browns com a promessa de trazer a “revolução Moneyball” da MLB para a NFL. Para quem não acompanha baseball e nunca viu o famoso filme inspirado nessa história, Paul DePodesta ficou famoso por fazer parte do Front Office do Oakland A’s nos anos 2000.A grande façanha realizada por eles foi a de conseguir resultados inesperados para uma franquia relativamente pobre de Oakland Continue Lendo →

Fog-gate: Bill Belichick faz um plano de jogo sufocante para ganhar o Falcons

A revanche do Super Bowl 51 poderia ter feito jus ao jogo que aconteceu em fevereiro desse ano. Poderia. Na névoa ofuscante de Foxboro, o Patriots fez o que faz mais de uma década: Executa seu plano de jogo impecavelmente e aguarda o adversário cometer seus própios erros.Quem precisa do de um Pass Rusher bem pago que lota o teto salarial quando se tem uma DL guerreira que executa tudo Continue Lendo →

Porquê a nova geração de QBs vai ser melhor que a última

Quem é melhor, Tom Brady ou Peyton Manning? Se perguntarem a humilde opinião eu responderia Brady. O engraçado de quando questionamos essa pergunta arroz de festa nos programas de mesa redonda é que geralmente precisamos ter consciência de que esses jogadores não foram apenas os melhores da posição de suas décadas.Eles simplesmente tem a maioria dos recordes relacionados ao passe.A geração de Brady e Manning, e aqui posso colocar mais Continue Lendo →

Outras combinações de rota pt.2

Continuação do artigo sobre as combinações de rota que não são baseadas em “esticamentos”, dessa vez vamos falar da combinação Post-Corner, do Conceito Scissors e do conceito Yankee. Combinação Post-Corner A combinação de rota Post-Corner é usada para complementar o conceito Smash (geralmente numa combinação Flat-Corner) contra uma cobertura Cover 2. Além do conceito Smash de um lado da formação, o lado oposto tem uma rota Post, com uma variação Continue Lendo →

Outras Combinações de rota pt. 1

A maioria das combinações de rotas são baseadas em “esticamentos” de uma área na defesa.”Esticamentos” nada mais são do que a tentativa de colocar mais jogadores do ataque do que jogadores da defesa em uma parte do campo num determinado momento da jogada. Porém, nem todas as combinações de rotas são baseadas em esticamentos.Algumas tentam alcançar o tão buscado leverage por outras maneiras. Post-Wheel, Follow e 3 verticals são exemplo Continue Lendo →